sexta-feira, agosto 25, 2006

114 - mãe e senhora

Malpique (Santa Margarida da Coutada)
25 de Março de 2006
Não aprecio muito imagens enquanto representação física de algo.
Não gosto de ver as imagens dos santos com dinheiro pendurado.
Não gosto das chantagens com os santos e as santas... tipo: «ó nossa senhora se o meu filho arranjar um emprego na câmara de Constância a vigiar os pesados que atravessam, ilegalmente, a ponte (qual será o enquadramento deste emprego na função pública?) vou a pé a Fátima e dou vinte euros ao Santo António».
Gosto de pessoas que lutam por aquilo que acreditam.
Gosto de pessoas que trabalham (são trabalhadores e não empregados de ninguém) .
Gosto desta imagem, o céu, o branco da pureza e uma escola transformada em igreja.
Gosto de Maria mãe e Maria mulher, não gosto de Maria milagreira... acredito que é na dimensão humana que os milagres acontecem, milagre é fazermos alguém sorrir.

4 Comments:

Anonymous gaia said...

Pois é...«mãe e senhora» do céu. Quem é que necessita de uma mãe e senhora do céu?

terça-feira, setembro 05, 2006 8:05:00 da tarde  
Anonymous gaia said...

Uma escola transformada em igreja?
Não percebi.

domingo, setembro 24, 2006 5:57:00 da tarde  
Blogger pedro oliveira said...

Então?
Dantes era uma escola, depois fizeram uma escola nova.
O edifício foi reaproveitado para igreja (dantes chamavam-se capelas, no caso de Malpique, São João)

domingo, setembro 24, 2006 7:57:00 da tarde  
Anonymous gaia said...

está explicado.
24 anos...muito tempo.

sábado, setembro 30, 2006 7:32:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

desde 2006.05.24
Site Counters